Promoções #83

Agora é só escolher ;)

A promoção na WOOK é só hoje…










SINOPSE
Quando as fontes de água secaram, as terras tornaram-se inférteis e a violência invadiu o planeta, a Catástrofe aconteceu.

Agora, cem anos depois, o mundo volta a reestruturar-se e novos povos começam a surgir. O Reino de Cosmus, liderado pelo poderoso rei Apolo, tornou-se um grande império. Apoiado pelos seus cruéis conselheiros, Apolo prega que o conhecimento foi o responsável pela destruição do mundo e proíbe o uso da tecnologia, o acesso às escolas e aos livros. Porém, apesar do seu poder, Apolo não consegue controlar um dos seus filhos, o príncipe Petrus, que, ao contrário do irmão Lexus, não está interessado no poder e na guerra. Petrus gosta de aprender, foi educado pelo sábio Malthus para ser um líder justo e generoso e sofre as consequências de ser uma mente livre. Condenado a usar a Máscara da Humilhação, que pune os maiores criminosos do reino, o jovem príncipe tem de sobreviver para realizar a sua grande missão e tentar mudar o rumo da História.

Petrus Logus - O Guardião do Tempo
 é um bestseller no Brasil, da autoria do médico, professor e escritor Augusto Cury.


OPINIÃO
Esta obra começa com uma chamada de atenção, para todos nós, logo no prólogo diz:
“Sabia-se que, se toda a população mundial entrasse no padrão de consumo da classe média dos países mais ricos, seriam necessários três planetas como o nosso para suprir todas as necessidades. E foi o que aconteceu. Cada nação lutou pelo próprio espaço e desenvolvimento, exercendo o direito legítimo de expandir a sua economia, mas fê-lo sem organização, o que levou a Humanidade ao caos. As disputas por água, por alimentos e pela energia agudizaram-se e tornaram-se insuportáveis no final do séc. XXI. O aquecimento global desertificou dezenas de milhões de hectares de terras férteis. O nível do mar subiu, arrasando cidades inteiras… Antes da natureza gemer, já os recursos intelectuais e emocionais estavam a ser asfixiadas e ninguém percebia…”
Todo este parágrafo dá que pensar, e dá que pensar, pois esta obra de ficção, cada vez se aproxima mais da nossa realidade.

Depois de todos estes acontecimentos, surgiu a Terceira Guerra Mundial, que arrasou por completo o nosso planeta, extinguiram-se nações, povos, culturas e religiões.
Cem anos depois, com o Reino de Cosmus liderado pelo poderoso rei Apolo, que no início da sua liderança se comportou como um rei justo, generoso e equilibrado, com o tempo e a influência dos seus maus conselheiros, tornou-se ambicioso, cruel e só o poder lhe interessava, custasse o que custasse.
Rei Apolo tem dois filhos Lexus e Petrus, que embora gémeos, são completamente o oposto, quer na aparência, na inteligência, como na bondade. Lexus só se interessa por lutas e poder, e como filho preferido do rei, pensa que será o seu sucessor. Petrus é um rapaz franzino, mas inteligente e com uma sede de saber, de descobrir e de questionar tudo. O que o conduzirá a diversos apuros, pois o rei e seus conselheiros querem fazer querer que o conhecimento foi o responsável pela destruição do mundo. Por isso neste reino não são permitidos livros nem escolas.
Ao longo desta história Petrus vai crescendo em idade e sabedoria, com a ajuda do seu mestre Malthus. Vai ter bons amigos, como, Laurus, Santauros, e conhecer o grande amor da sua vida, Nátila.
Vai ter aventuras maravilhosas e perigosas, com Leão Instinctus, que é a fera que existe dentro de si, que tem de ser dominada com sabedoria e bom senso.
E vai lutar para que o reino de seu pai deixe de ser opressor, e construir um reino de liberdade e sabedoria.
No prólogo deste livro temos parte de um parágrafo que é muito importante reter:
“… Todos queriam mudar o próximo, erguendo o tom de voz, comparando, criticando em excesso. Não sabiam que nenhum individuo é capaz de mudar o outro, que temos o poder de influenciar as pessoas mas não de mudá-las…”

É uma leitura fascinante, que nos faz pensar e comparar com o mundo em que vivemos. Faz pensar que muitos dos erros que cometeram e levaram à Terceira Guerra Mundial, são os que nos nossos dias, estamos a cometer. E mostra-nos que um reino oprimido, nunca será um bom reino.
Adorei, e estou curiosa por conhecer as próximas aventuras de Petrus, para que o reino de Cosmus  seja um reino de liberdade.
Que seja publicado rapidamente o próximo volume.
Recomendo sem dúvida alguma, esta leitura.



IDADE RECOMENDADA: Jovem Adulto

Promoções #82

Promoções para jovens adultos, de aproveitar.





Publicado pela Presença a 12 de Setembro de 2017!
A Editorial Presença tem o prazer de anunciar que irá publicar a versão portuguesa da nova obra de Ken Follett, intitulada Uma Coluna de Fogo. A saga que fascinou os milhões de leitores de Os Pilares da Terra e de Um Mundo Sem Fim prossegue agora com este novo romance, primeiro volume de uma trilogia no regresso a Kingsbridge.

A história:
Natal de 1558. O jovem Ned Willard regressa a Kingsbridge, e descobre que o seu mundo mudou.

As velhas pedras da catedral de Kingsbridge contemplam uma cidade dividida pelo ódio de cariz religioso. A Europa vive tempos tumultuosos, em que os princípios fundamentais colidem de forma sangrenta com a amizade, a lealdade e o amor. Ned em breve dá consigo do lado oposto ao da rapariga com quem deseja casar, Margery Fitzgerald.
Isabel Tudor sobe ao trono, e toda a Europa se vira contra a Inglaterra. A jovem rainha, perspicaz e determinada, cria desde logo o primeiro serviço secreto do reino, cuja missão é avisá-la de imediato de qualquer tentativa quer de conspiração para a assassinar, quer de revoltas e planos de invasão.

Isabel sabe que a encantadora e voluntariosa Maria, rainha da Escócia, aguarda pela sua oportunidade em Paris. Pertencendo a uma família francesa de uma ambição brutal, Maria foi proclamada herdeira legítima do trono de Inglaterra, e os seus apoiantes conspiram para se livrarem de Isabel.

Tendo como pano de fundo este período turbulento, o amor entre Ned e Margery parece condenado, à medida que o extremismo ateia a violência através da Europa, de Edimburgo a Genebra. Enquanto Isabel se esforça por se manter no trono e fazer prevalecer os seus princípios, protegida por um pequeno mas dedicado grupo de hábeis espiões e de corajosos agentes secretos, vai-se tornando claro que os verdadeiros inimigos  ̶  então como hoje  ̶  não são as religiões rivais.

A batalha propriamente dita trava-se entre aqueles que defendem a tolerância e a concórdia e os tiranos que querem impor as suas ideias a todos, a qualquer custo.
«Uma saga histórica de enorme fôlego e densidade. Ken Follett consegue aliar com brilhantismo a grandiosidade e o pormenor, criando um romance marcado pela crueza, violência e fé cega da época.» Sunday Express 
«Um romance histórico intenso que retrata a sua época na perfeição.»
Sunday Times

«Ken Follett desenrola o novelo da história como ninguém. Impossível parar de ler.»
Independent 

«Uma história de coragem e perseverança.»
Evening Times

«Esta é uma obra maior em todos os sentidos, uma história poderosa repleta de personagens brilhantemente concebidas.»
Choice Magazine 

«Portentoso e brilhante… Esta história épica consegue tocar cada emoção – amor e ódio, lealdade e traição, esperança e desespero… Um romance onde nos podemos perder verdadeiramente.»
Cosmopolitan

Opiniões da Paula e do Vasco, de outras obras do autor:


Sines - Portugal




Este mês de Junho, com o apoio da Editorial Presença, temos para sortear entre os participantes da rubrica um exemplar de Belgravia de Julian Fellowes.

Para participarem, basta que comentem neste post (ou em todos os posts de segunda feira), o livro que estão a ler. Se participarem todas as segundas, têm mais possibilidade de ganhar!
Leiam as regras!


15 de junho de 1815, véspera da batalha de Waterloo. A alta sociedade inglesa está reunida em Bruxelas para participar no lendário baile oferecido pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington. Algumas horas depois, muitos dos jovens oficiais presentes morrerão no campo de batalha envergando ainda os seus uniformes de gala. Para Sophia Trenchard, a encantadora filha do principal fornecedor de Wellington, esta noite trágica marca para sempre o seu destino. 

Mas é apenas vinte e cinco anos mais tarde, quando a família se muda para o elegante bairro de Belgravia, recentemente construído, que as repercussões daquele acontecimento fatídico se farão sentir. Neste mundo em mudança, em que a aristocracia vive lado a lado com a classe emergente de novos-ricos, que surge com a Revolução Industrial, há quem esteja disposto a tudo para evitar que os segredos do passado ameacem os seus privilégios... 

Amores contrariados, intrigas, traições, vinganças, não esquecendo o papel dos serviçais.
Belgravia é um romance envolvente que revela o talento e o charme do autor de Downton Abbey.


Julian Fellowes é um multipremiado ator, escritor, realizador e produtor. Conquistou três prémios Emmy como criador, autor e produtor executivo da série de televisão Downton Abbey. É autor de Snobs e Past Imperfect dois romances bestsellers internacionais, e do argumento do filme Gosford Park, que lhe valeu um Óscar. Tem colaborado em muitos outros filmes, incluindo A Feira das Vaidades, A Jovem Vitória e Romeu e Julieta. Em 2011, foi nomeado membro vitalício da Câmara dos Lordes. Vive em Dorset e em Londres com a mulher, Emma.
Os direitos de Belgravia estão vendidos para cerca de 25 países.



Ficam as regras, para relembrar...

A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.

São os números que vão a sorteio.

O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 

Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.


Por aqui estamos a ler...

  

E vocês, o que estão a ler??

Noite da Literatura Europeia 2017


Este sábado, 24 de junho, a zona do Carmo/Trindade volta a acolher a Noite da Literatura Europeia, o serão literário de entrada livre mais intenso de Lisboa e que transforma a capital numa verdadeira babel europeia!

 A Noite da Literatura Europeia apresenta em 2017 a sua 5.ª edição com a participação de 11 autores de 11 países europeus. Entre as 18h30 e as 23h30 decorrem leituras com uma duração de 10 a 15 minutos, que se realizam de meia em meia hora, para dar ao público a possibilidade de visitar os diversos espaços e assistir a todas as sessões.

Para mais informações procurem aqui e aqui.

Não percam… 

Férias…


Preciso tanto de férias!!! As do ano passado foram assim…





Agora aguenta 2 meses, para repetires…
Super curiosa!!!

  



SINOPSE

Numa pequena cidade do Vermont, uma parcela de terra é posta à venda levantando uma onda de protestos. Segundo os índios Abenaki, naquele terreno situa-se um ancestral cemitério índio. Para os acalmar, o investidor que ali pretende fazer um centro comercial contrata Ross Wakeman, um investigador do paranormal. Ross tentou o suicídio por diversas vezes, na esperança de se ir juntar a Aimee, a noiva que morrera oito anos antes. Mas após diversas noites a investigar, tudo o que Ross encontra é Lia Beaumont, uma mulher misteriosa que, tal como Ross, pretende desafiar as fronteiras que separam a vida da morte. Assim tem início uma extraordinária história de amor e de destino, marcada por um crime passional. Jodi Picoult centra-se numa parte obscura e pouco conhecida da história norte-americana, o projeto eugénico dos anos 30, para neste contexto explorar a maneira como as coisas voltam para nos assombrar – tanto literal como figurativamente.  



SINOPSE
Páginas cheias de humor para divertir os mais novos! São muitos os disparates, mas será que não fazem sentido no reino animal? Com gargalhadas garantidas, este livro vai certamente tornar-se o preferido dos mais pequenos.
 
OPINIÃO
Um livro super divertido, com ilustrações do reino animal de “João Vaz de Carvalho”. Estes disparates no reino animal podem não fazer sentido, mas com os nossos meninos faz todo o sentido, e de certeza que se identificam com alguns dos disparates aqui identificados.
E já agora quem já “saltou na cama dos pais” ponha o dedo no ar!! Tenho a certeza que foram milhares de dedinhos grandes e pequeninos no ar.

Divirtam-se com este livro, vão “soltar” muitas gargalhadas.


IDADE RECOMENDADA: + 4 anos


Neste caso são duas imagens… Serra da Freita - Portugal






Este mês de Junho, com o apoio da Editorial Presença, temos para sortear entre os participantes da rubrica um exemplar de Belgravia de Julian Fellowes.

Para participarem, basta que comentem neste post (ou em todos os posts de segunda feira), o livro que estão a ler. Se participarem todas as segundas, têm mais possibilidade de ganhar!
Leiam as regras!


15 de junho de 1815, véspera da batalha de Waterloo. A alta sociedade inglesa está reunida em Bruxelas para participar no lendário baile oferecido pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington. Algumas horas depois, muitos dos jovens oficiais presentes morrerão no campo de batalha envergando ainda os seus uniformes de gala. Para Sophia Trenchard, a encantadora filha do principal fornecedor de Wellington, esta noite trágica marca para sempre o seu destino. 

Mas é apenas vinte e cinco anos mais tarde, quando a família se muda para o elegante bairro de Belgravia, recentemente construído, que as repercussões daquele acontecimento fatídico se farão sentir. Neste mundo em mudança, em que a aristocracia vive lado a lado com a classe emergente de novos-ricos, que surge com a Revolução Industrial, há quem esteja disposto a tudo para evitar que os segredos do passado ameacem os seus privilégios... 

Amores contrariados, intrigas, traições, vinganças, não esquecendo o papel dos serviçais.
Belgravia é um romance envolvente que revela o talento e o charme do autor de Downton Abbey.


Julian Fellowes é um multipremiado ator, escritor, realizador e produtor. Conquistou três prémios Emmy como criador, autor e produtor executivo da série de televisão Downton Abbey. É autor de Snobs e Past Imperfect dois romances bestsellers internacionais, e do argumento do filme Gosford Park, que lhe valeu um Óscar. Tem colaborado em muitos outros filmes, incluindo A Feira das Vaidades, A Jovem Vitória e Romeu e Julieta. Em 2011, foi nomeado membro vitalício da Câmara dos Lordes. Vive em Dorset e em Londres com a mulher, Emma.
Os direitos de Belgravia estão vendidos para cerca de 25 países.



Ficam as regras, para relembrar...

A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.

São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.


Por aqui estamos a ler...

 

E vocês, o que estão a ler?

Por aqui o Verão, parece que já começou (graças a Deus que já não era sem tempo)!!

A filhota mais nova, continua com a sua paixão pela cozinha. Eu que pensava que ia ser algo passageiro, já me convenci que afinal o bichinho veio para ficar ^_^  e ainda bem!!

Fica uma foto de mais um bolo que estava uma delícia!!
(Esqueci-me de tirar a foto, a uma fatia, para vocês verem o aspecto por dentro!!)



Os festejos em louvor do Divino Espírito Santo, também já começaram e eu fiz questão de fazer a tradicional sopa  :)
(Ficou uma delícia!!!!!)




de momento estou a ler...


e a ver... (viciada mesmo, faltam-me 6 episódios para terminar a temporada!!)


Quando finalizar, partilho com vocês a minha opinião!!


SINOPSE
Simon Spier tem 16 anos e os únicos momentos em que se sente ele próprio são vividos atrás do computador.
Quando Simon se esquece de desligar a sessão no computador da escola e os seus emails pessoais ficam expostos a um dos colegas, este ameaça revelar os seus segredos diante de toda a escola.
Simon vê-se, assim, obrigado a enfrentar as suas emoções e a assumir quem verdadeiramente é perante o mundo inteiro.


CRÍTICAS DE IMPRENSA
Um romance perspicaz que nos revela o universo perturbante e caótico de um jovem que guarda secretos perigosos.
Richard Zimler

A história de Simon podia ser a de muitos de nós: a descoberta da “sua” homossexualidade, que na verdade é, isso sim, a descoberta da homofobia, do preconceito, do insulto, do isolamento e da invisibilidade.
Nuno Pinto - Presidente da direção da ILGA Portugal

Uma lufada de ar fresco dentro do género YA.
Blogue “Algodão doce para o cérebro”

Cativante, divertido e positivo – são estes os principais pontos fortes deste “O Coração de Simon Contra o Mundo”. Uma história de jovens amores e amizades, sem limites nem convenções, em que nem tudo é fácil e muito menos perfeito, mas em que toda a beleza da descoberta está lá. Gostei.
Blogue: As Leituras do Corvo


OPINIÃO
Simon é um adolescente de 16 anos que frequenta o 11ºano. Um dia no computador da escola, deixa a sua caixa de e-mail aberta, e as suas mensagens são vistas por Martin. Martin aproveitando-se do segredo que descobre (a homossexualidade de Simon), acaba por o chantagear, ameaçando-o contar a toda a escola, “coisa” que acaba por fazer mais tarde.
No desenrolar da história, de uma forma simples, engraçada e divertida, Simon vai nos revelando o seu dia-a-dia, na descoberta de quem é, e a sua troca de mensagens com um desconhecido (por quem acaba por se apaixonar). 
Brinca com as atitudes dos seus amigos heterossexuais, e apesar do seu segredo, vive de uma forma leve, descontraída, sem complexos, sem vergonha de quem é, mas com as dúvidas que muitos adolescentes têm. 
Quando é descoberta a sua homossexualidade, lida bem com a situação. Mesmo sendo vítima de alguns atos de bulling por parte de alguns colegas, tem sempre o apoio dos seus amigos e família.
Uma história com um final feliz, em que ele vive o seu primeiro grande amor.

Quando li a sinopse deste livro, fui logo conquistada. Geralmente quando estou muito na expectativa, fico desiludida. Desta vez porém aconteceu o contrário, “agarrou-me” desde o início.
Simon é um adolescente como tantos outros, que está a descobrir quem é, e a formar a sua personalidade sem tabus.
Jovens e adultos têm muito que aprender com Simon e seus pais. Aprender a viver de uma forma descomplexada, a aceitar a pessoa que se é, sem tempestades num “copo de água”. E saber que existe sempre alguém que nos compreende e nos estende a mão quando mais precisamos, nesta idade do “armário”.

Recomendo, sem dúvida.
Estive a dar uma vista de olhos pelo nosso índice livros e lembrei-me de fazer uma pequena lista dos livros que li e que mais me marcaram. 
Estas, são aquelas obras, que quero ter para sempre na minha estante! São estas que seleccionaria, se por algum acaso, tivesse de escolher somente ficar com alguns livros! Jamais escolheria livros que não conhecesse o seu conteúdo! Estes, seria capaz de reler inúmeras vezes!




Amor nos Tempos de Cólera, Gabriel Garcia Marquez

A Estrada, Comarc McCarthy

O Estrangeiro, Albert Camus

O Físico, Noah Gordon

O Grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald


Kafka à Beira Mar, Haruki Murakami 

A Metamorfose, Franz Kafka

O Monte dos Vendavais, Emily Bronte


Orlando, Virginia Wolf

Olhai os Lírios do Campo, Erico Veríssimo

O Paciente Inglês, Michael Ondaatje

O Perfume, Patrick Suskind

A Pérola, John Steinbeck

As Pontes de Madison County, Robert James Waller


Se Isto é Um Homem, Primo Levi

Servidão Humana, Somerset Maugham

O Véu Pintado, Somerset Maugham

Werther, Goethe

Os Miseráveis, Victor Hugo

Ana Karenina, Tolstoi

Guerra e Paz, Tolstoi

Crime e Castigo, Fiódor Dostoievsky 



E vocês, que livros têm para sempre na vossa vida/estante?
Querem partilhar? Dar sugestões?




Este mês de Junho, com o apoio da Editorial Presença, temos para sortear entre os participantes da rubrica um exemplar de Belgravia de Julian Fellowes.

Para participarem, basta que comentem neste post (ou em todos os posts de segunda feira), o livro que estão a ler. Se participarem todas as segundas, têm mais possibilidade de ganhar!
Leiam as regras!



15 de junho de 1815, véspera da batalha de Waterloo. A alta sociedade inglesa está reunida em Bruxelas para participar no lendário baile oferecido pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington. Algumas horas depois, muitos dos jovens oficiais presentes morrerão no campo de batalha envergando ainda os seus uniformes de gala. Para Sophia Trenchard, a encantadora filha do principal fornecedor de Wellington, esta noite trágica marca para sempre o seu destino. 

Mas é apenas vinte e cinco anos mais tarde, quando a família se muda para o elegante bairro de Belgravia, recentemente construído, que as repercussões daquele acontecimento fatídico se farão sentir. Neste mundo em mudança, em que a aristocracia vive lado a lado com a classe emergente de novos-ricos, que surge com a Revolução Industrial, há quem esteja disposto a tudo para evitar que os segredos do passado ameacem os seus privilégios... 

Amores contrariados, intrigas, traições, vinganças, não esquecendo o papel dos serviçais.
Belgravia é um romance envolvente que revela o talento e o charme do autor de Downton Abbey.


Julian Fellowes é um multipremiado ator, escritor, realizador e produtor. Conquistou três prémios Emmy como criador, autor e produtor executivo da série de televisão Downton Abbey. É autor de Snobs e Past Imperfect dois romances bestsellers internacionais, e do argumento do filme Gosford Park, que lhe valeu um Óscar. Tem colaborado em muitos outros filmes, incluindo A Feira das Vaidades, A Jovem Vitória e Romeu e Julieta. Em 2011, foi nomeado membro vitalício da Câmara dos Lordes. Vive em Dorset e em Londres com a mulher, Emma.
Os direitos de Belgravia estão vendidos para cerca de 25 países.



Ficam as regras, para relembrar...
A cada participante é atribuído um ou vários números dependendo do nº de segundas que participam. Por exemplo, se um participante comentar nas 4 segundas, é atribuído a este participante 4 números, se participar apenas numa segunda, só será atribuído um nº.
São os números que vão a sorteio.
O vencedor, será anunciado sempre na segunda-feira do mês seguinte. 
Os participantes têm de estar atentos, para que depois possam enviar a sua morada para o mail do viajar. Se não o fizerem no prazo máximo de um mês, deixam de ter direito ao livro ganho.
O envio dos livros é feito apenas para Portugal Continental e Ilhas.


Por aqui estamos a ler...

  

E vocês, o que estão a ler?

Blogger Templates by Blog Forum